Tudo sobre utilizar Permalinks no WordPress

Acompanho muitos feeds de Blogs e a maioria deles é em WordPress.
Percebo que alguns blogueiros, por não conhecerem a simplicidade de utilizarem esta função no WordPress, não utilizam URL Amigáveis.

Para quem ainda não conhece, URL Amigáveis são aquelas URLs fáceis de serem decoradas. Onde deixamos de utilizar aquelas variáveis via GET que deixam a URL confusa e poluída. Ainda por cima dificulta a indexação do Google.

Se você precisa de um motivo para alterar os Links Permanentes do seu WordPress, saiba que seus leitores poderão facilmente decorar as URLs de seus posts ou de suas categorias e até mesmo dos seus ficheiros de arquivos antigos.
Além de possuir influência em SEO, uma vez que o Google e os demais buscadores pode indexar as URLs em maior relevância separadas por diretórios(URL amigáveis) ao invés de parâmetros enviados via GET.

Agora vou ensinar como trocar sua URL de:
http://www.meusite.com.br/?p=123
para
http://www.meusite.com.br/nome-do-meu-post

No Tutorial, estou utilizando a versão 2.7 do WordPress, mas seguindo minhas orientações você conseguirá alterar em qualquer versão do WordPress.

Continue lendo

Pegadinhas 1º de Abril

Hoje é 1º de Abril, e as pegadinhas já surgiram no dia da Mentira de 2009.

Este blog está um pouco desatualizado. Mas não, não é mentira que eu postei …rsrs

Fiquei me divertindo com as pegadinhas e vou divulgar aos leitores do Blog.
Continue lendo

Ausente do Blog, presente no Twitter e estudando ZF

Este post é para os leitores assíduos deste blog(como se fossem muitos rsrs). Mas serve para quem gostaria de uma opinião sobre Framework PHP.

Gostaria de agradecer a todos que participam das discussões deste humilde Blog. Principalmente ao Felipe Ribeiro e ao Rodrigo Cacilhas pelos excelentes comentários e argumentações no A Linguagem influencia mais que o desenvolvedor? Que é de longe o post mais visitado do Blog.

Peço desculpas para todos os leitores de feed e a todos que esperam por novo conteúdo.

Neste ano de 2009, venho estudando muita programação e derivados, além de estar participando de vários projetos contínuos na MediaDev. Estudei diversos CMS para Ecommerces: O OsCommerce que virou Zen Cart, o PrestaShop e o excepcional Magento.

E com a dificuldade de otimização na maioria deles, juntando com a incompatibilidade do Servidor para a utilização do Magento. Well Rocha e eu concluímos que o melhor era utilizar um FrameWork.
Após estudarmos muito sobre o assunto e depois de ficarmos maravilhados com a modularidade do Magento, decidimos que ao invés de utilizarmos o CodeIgniter ou o CakePHP, o Zend Framework era o mais apropriado. Eu até comentei no post anterior que estava pensando em estudá-lo.
Continue lendo

Atualize seu navegador, Script do Imasters

Meu colega de trabalho, Pedro Rogério, acabou de me mostrar a última twittada do Imasters.
O Pedro postou no Pinceladas da Web que o navegador IE6 está causando discórdia e desconforto desde 2001. Segundo a Astrologia, o ano 2009 determina o fim do uso do IE6. Espero que esteja certo.

A divulgação feita pelo Imasters no Twitter mostra que a equipe criou um widget feito em javascript. Este script insere uma barra no topo do site(sem danificar o Layout, óbvio). A barra, conforme a imagem ilustrativa abaixo, exibe um link para todas as versões mais atualizadas dos navegadores.

Imagem da Barra do Imasters: Atualize seu navegador
Continue lendo

A Linguagem influencia mais que o desenvolvedor?

Um colega de trabalhado, Felipe Campos, me enviou uma excelente apresentação que fala sobre a força do PHP.

Há uns dias atrás, o mesmo colega enviou o link de um post do José Milagre do Portal Imasters que causou um debate sobre a escolha entre PHP ou .NET.

Alguns programadores preconceituosos dizem que o PHP serve para trabalar com POG. Mas, você que programa em PHP se considera um moleque? Ou um programador que só faz gambiarras?

Eu não!
Sempre modelo minhas UMLs, estou migrando agora para MVC com a ajuda dos FrameWorks(comecei pelo CodeIgniter, mas estou querendo trabalhar com o ZendFramework).
E vão me dizer que é uma linguagem ruim, que só funciona com gambiarras ou é coisa de moleque?
Continue lendo

Você cobra como sobrinhos para construir um site?

Encontrei um vídeo com excelente abordagem sobre orçamentos de uma homepage. A palestra do professor da Infset é mais focada em Webdesigners, mas acredito que todos que trabalham na área já se depararam num momento desses.

O também freelancer, Sandro Reiller, discute situações de primeiro contato com o cliente. O foco principal é aquela pergunta conhecida:

“Quanto você cobra por um site? Ele é simples, tem apenas alguns links, umas fotos e a história da empresa, uma animação básica em Flash. Coisa bem simples!”

Continue lendo

Manual do PHP na própria Máquina em Português do Brasil (PT-BR)

Estava desenvolvendo uma classe aqui na minha máquina local e esqueci o nome de uma função. Eu entraria no site do php ou procuraria no pai dos burros, mas estava sem internet(percebi o quanto sou dependente de um site de buscas e da web).

Aí eu te pergunto se você(assim como eu) se encaixa em algum dessas opções

  • Você não conhece todas as funções do PHP
  • Você não lembra todos os nomes das funções ou as confude(afinal, errar é humano)
  • Você conhece uma função, mas não sabe se existe alguma semelhante ou que sirva melhor para seu algoritmo
  • Você deixa a página do php como inicial do seu navegador

É, acredito que se algum dia você desenvolveu, ou se ainda programa em PHP, se encaixa em um dos perfis acima.
Continue lendo

Golpe para roubar senhas do Banco Real pelos Links Patrocinados do Google

Não é mentira! Acredite se quiser. E caso não acredite em mim! Faça o teste pelo Google.

Após digitar “Banco Real” na busca do Google, encontrei um plagio do Internet Banking do Banco Real que aparece em Links Patrocinados. Eles devem ter aproveitado que o Banco Real não o fez, não tinha feito(O Banco Real utiliza os Links Patrocinados desde a divulgação deste post), e então aparecem apareciam sempre em primeiro. Como devem saber, randomicamente o Google exibe o Link Patrocinado embaixo do campo de busca. Para usuários comuns, interpretam como sendo o primeiro resultado. Ou seja, acreditam fielmente que é o Site Oficial.
Falso site do Banco Real aparece nos Links Patrocinados

Estou chocado com o GOLPE que percebi de imediato!

Acredito que 98% dos leitores seriam capazes de identificar este Golpe. Mas por gentileza, avisem aos seus colegas que são usuários comuns. Até mesmo, algum usuário com pressa e desatento poderia cair numa armadilha dessas.
Continue lendo

Ajude desabrigados de Santa Catarina

Lendo meus feeds, encontrei a maravilhosa atitude solidária do Fique-Rico.
Um blog que ensina os blogueiros a ganharem dinheiro, e agora está movendo uma ação para ajudar os desabrigados de Santa Catarina.

Você já se imaginou nesta situação?

Desabrigados em Santa Catarina

Desabrigados em Santa Catarina

Imagine um dia voltando para sua casa do seu trabalho e você não encontra sua casa.
Você não tem mais sua TV, seu computador, seu SOM, seu Telefone (ninguém irá mais te contatar…Ha! você tem celular? E cadê o seu carregador agora?), não tem mais nenhuma roupa, nenhum tênis. Não tem mais nada!
Você perdeu todos os seus documentos, cartas, perdeu todos os móveis da sua casa. E ainda por cima, assim como todo brasileiro já estava endividado, está sem condições psicológicas nenhuma de ir trabalhar e pagar as suas contas ou comprar algum produto novo.
Fora que você não tem mais onde dormir, ou seja, está completamente inabilitado de fazer qualquer coisa.
Continue lendo

Como chamar um Javascript externo dentro de um js tipo include

Eu sempre tentei fazer uma chamada de um arquivo Java Script externo dentro de outro. E sempre tive problemas.

Estava fazendo manutenção em um código, quando me deparei com o código do analytics. E percebi que o Google faz isso a décadas.

Se você, como eu, ainda não sabe(sabia) como fazer isso, veja:

<script type="text/javascript">
document.write(unescape("%3Cscript src='nomedoarquivo.js' type='text/javascript'%3E%3C/script%3E"));
</script>

Continue lendo